Esse ensaio trata basicamente de algumas coisas: a natureza subjetiva do conhecimento pessoal, uma noção de equilíbrio como coordenação de planos ligados a uma mesma expectativa (noção que não depende de um estado estacionário), e um distanciamento da metodologia apriorística de Mises, introduzindo empirismo no que toca a aquisição de conhecimento por parte dos agentes?


Anarquia Cotidiana

Stefan Molyneux

Clique aqui para ler

As Engrenagens da Liberdade

David D. Friedman

Clique aqui para ler

Teoria do Caos

Robert P. Murphy

Clique aqui para ler

Vícios não são crimes

Lysander Spooner

Clique aqui para ler