"Este artigo, por meio de postulados econômicos e jurídicos, especialmente os confeccionados por representantes da Escola Austríaca de Economia, realiza uma explanação crítica das principais características do Estado contemporâneo."

Questionando a estrutura atual do ente estatal, desde sua própria essência a sua área de atuação dentro da sociedade, como também a maneira pela qual seus membros são escolhidos e agem em interesse (ou não) dos grupos que os elegem.

Por fim, pontua-se uma crítica que caminha em direção a promoção da transferência de serviços considerados como naturalmente ?públicos? (estatais), como os de Justiça e segurança, para a iniciativa privada, tendo por base as conclusões lógicas aqui delineadas.


Anarquia Cotidiana

Stefan Molyneux

Clique aqui para ler

As Engrenagens da Liberdade

David D. Friedman

Clique aqui para ler

Teoria do Caos

Robert P. Murphy

Clique aqui para ler

Vícios não são crimes

Lysander Spooner

Clique aqui para ler