O objeto deste exame é o problema central da doutrina do método jurídico.Será que a jurisprudência dispõe de um conjunto sensato de normas que possibbilite um controle racional da atividade de resolução jurídica? O que verifica-se é que atualmente a decisão jurídica não é controlada apenas pela lei, pela metodologia jurídica prejulgada, dogmática e tradicional, mas - em todos os casos sofrivelmente problemáticos - pela valorização moral ou ''extra jurídica''. Uma teoria da argumentação jurídica, que visa responder esta questão, pressupõe - como mostra o autor - uma teoria da argumentação prática geral. Esse é o tema da primeira e da segunda partes deste livro. Na terceira parte, com base nele, esta teoria é aplicada à teoria da argumentação jurídica.


Anarquia Cotidiana

Stefan Molyneux

Clique aqui para ler

As Engrenagens da Liberdade

David D. Friedman

Clique aqui para ler

Teoria do Caos

Robert P. Murphy

Clique aqui para ler

Vícios não são crimes

Lysander Spooner

Clique aqui para ler