Publicado em 22 de outubro de 2014 | por Steven Horwitz

As três lições que House of Cards ensina sobre a política

Para ativar as legendas, clique no botão esquerdo ao lado da engrenagem.

Alguns dizem que House of Cards exagera na crítica aos políticos, mas o professor Steve Horwitz afirma que o thriller político da Netflix pode ser mais realista do que imaginamos. A série segue a saga de Frank Underwood por poder, e teve a segunda e muito aguardada temporada lançada em 14 de fevereiro deste ano.

O que nós podemos aprender com House of Cards?

1. Como princípio geral nós deveríamos ser muito céticos com relação a políticos;
2. House of Cards mostra a constante troca de favores entre políticos, seus assistentes, lobbystas, e, ocasionalmente, a coletividade;
3. A política atrai aqueles que são especialistas em relações públicas, tapinhas nas costas, e jogos de poder, e não necessariamente aqueles que vão servir melhor ao interesse público.

O que nó podemos para proteger nosso país e fazer com que o governo sirva melhor ao interesse público? O prof. Horwitz argumenta que nós devemos mudar os incentivos e evitar que que os políticos possam ter favores especiais para serem trocados. Para isso, um governo de tamanho limitado é necessário.

Transcrição, tradução e sincronização de Ivanildo Terceiro

Original

Portal Libertarianismo: “Evoluindo Ideias e Indivíduos.”

www.libertarianismo.org


Sobre o autor

Steven Horwitz

Steven Horwitz é professor de economia na St. Lawrence University e autor do livro Microfoundations and Macroeconomics: An Austrian Perspective.



Voltar ao Topo ↑