hebdo2

Publicado em 8 de janeiro de 2015 | por Russ Silva

Liberdade de expressão – nós não iremos nos acuar

Segue o texto escrito por Onkhar Gate para o Ayn Rand Institute.


Quando governos de outros países, líderes religiosos e seus fiéis seguidores ameaçam e massacram indivíduos por apenas ousarem falar, qualquer um que valoriza a sua própria vida e liberdade deve ficar apoiar e falar em nome das vítimas.

Nós pedimos que todos publiquem o conteúdo que esses totalitários não gostariam que víssemos, assim como estamos fazendo aqui.

Não importa se você concorda ou discorda com um certo livro, cartum ou filme que eles desejam silenciar. Nós devemos defender nosso direito incondicional à liberdade de pensamento e expressão.

Esses totalitários estão contando com a autocensura: que suas ameaças e ataques nos deixem com medo o suficiente para não criticar suas doutrinas. Assim, eles tiveram a oportunidade de matar alguns indivíduos corajosos o suficiente para desafiá-los.

Nós devemos destruir qualquer esperança de sucesso desta estratégia.

hebdo

Após os ataques à Sony, muitas pessoas observaram que se o filme The Interview fosse colocado na internet e amplamente divulgado, o objetivo dos totalitários de silenciar a empresa não seria alcançado. O mesmo é válido para a crítica e sátira da doutrina islâmica.

Se tornarmos o conteúdo e as imagens que os jihadistas desejam ver banidas permanentemente disponíveis em toda a web, os totalitários terão falhado. Eles podem ter tirado as vidas do editor e dos cartunistas da Charlie Hebdo, pelas quais nós sofremos, mas eles não terão tirado a liberdade deles.

A alternativa é se acovardar e enfiar a cabeça na areia, esperando que o problema vá embora. Mas isso não irá acabar com a ameaça. Apenas fará com que a nossa liberdade desapareça.


A equipe do Portal Libertarianismo lamenta a morte dos cartunistas do Charlie Hebdo. Como Gate apontou no texto acima, não podemos nos calar. Para honrar a memória dos falecidos cartunistas, temos que continuar lutando pela nossa liberdade – a coisa mais valiosa que podemos ter.

O próprio editor da publicação, Stéphane Charbonnier, afirmou: “[E]u prefiro morrer em pé do que viver de joelhos.”

//O texto de Onkhar Gate foi traduzido por Russ da Silva e está disponível aqui.


Sobre o autor

Russ Silva

Administrador e tradutor do Portal Libertarianismo.



Voltar ao Topo ↑